Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Meu mundo caiu...

por ornitorrincoquantico, em 24.05.09

Menina Maisa

 

 

A primeira vez que vi a menina Maisa foi no Programa Raul Gil. Achei ela linda sim, mas tive pena. Já pressenti que ela seria fisgada pela mídia.

 

Não deu outra...

 

Na segunda vez que a vi, estava apresentando um programa infantil sozinha. Achei aquilo a coisa mais assustadora do mundo. Como poderiam deixar uma criança sozinha em um palco, apresentando quadros e falando com outras crianças? Mas minha mãe achou ela linda. E o Brasil também.

 

Esperei que naquela semana o ministério público se pronunciasse contra isso. Mas não, eles aprovaram, a mídia aprovou, o Brasil aprovou. "Ai, ela é tão linda!" "Muito inteligente para sua idade" "Um fenômeno!".

 

Então tá. Tive que aceitar que expor uma criança dessa forma era natural. Eu já tinha aceitado o fato de explorarem fotos de crianças assassinadas brutalmente com naturalidade em programas jornalisticos e de atualidades, então aceitar o trabalho de uma criança solitária em um palco era fácil.

 

Tá certo, outras crianças já fizeram trabalhos semelhantes no passado. Mas, que eu me lembre, eram muito melhor acompanhadas e não se exigiam tanto delas. Elas apenas apresentavam pequenos quadros (é claro, houveram excessões, mas isso é outra história).

 

Já a Maisa encarou um trabalho que poucos adultos tem domínio. Ela tem carisma? Sim! Tem talento? Sim! Mas explorá-la da forma como foi era uma coisa que eu não aceitava.

 

Por que eu não aceitava? Porque logo aconteceu o que eu já temia: ela passou a ser explorada de diversas formas pela mídia. Seus vídeos se espalharam pela internet e logo surgiram piadinhas infames contra sua pequena pessoa. Ela virou "A menina monstro", "Anão disfarçado", "Alienígena" e mais uma centena de apelidos execráveis. E virou embalagem de produtos de limpeza. E muitas outras embalagens...

 

Por ter um comportamento de adulto, passou a ser vista como adulto.

 

E isso me assusta, porque de alguns anos para cá as crianças estão deixando de ter comportamento infantil e se transformando em pequenos adultos. E os adultos não aceitam mais que são adultos e querem ser jovens e crianças novamente, vivendo de e na nostalgia. Dê uma olhada nas revistas de celebridades e você verá um monte de exemplo disso. Filhos de famosos se exibindo como mini-adultos e pessoas mais velhas querendo se passar por mais novas.

 

Estava tudo maravilhoso na vida da Maisa enquanto ela ria e fazia palhaçada, mas... toda criança, mesmo as de hoje, não só riem... elas também choram.

 

Aí ela chorou uma vez... duas vezes... pronto... meio mundo veio contra o SBT e o Silvio Santos. Criança não pode chorar. Se ela chora, ela está sofrendo... agora com as lágrimas é que surgiram as críticas e todos passaram a condenar o Silvio e o que ele faz com a menina.

 

Quer dizer, antes, enquanto ela sorria estava tudo bem? A mini-petiz podia ser explorada a vontade? Agora, com as lágrimas não pode mais?

 

HIPOCRISIA meu Deus! As mesmas pessoas que alimentaram a exploração da menina são as que agora condenam. E condenam uma única pessoa, como se a responsabilidade fosse só dessa única pessoa. E os pais? E a gente?

 

Agora sim a Justiça entra em cena e corta definitivamente a participação da menina da TV. no quadro do Silvio. Simples assim. E ainda querem posar de bons exemplos para a sociedade...

 

Mas e a menina? Sim, aquela garotinha que exite escondida naquela imagem fabricada da TV, quem se preocupou de verdade com ela? Será que ninguém percebe que o mal já foi feito e que agora as coisas ficaram piores para a garotinha? Ninguém percebe que ela está se tornando uma péssima pessoa, mimada e sem limites? Será que acham que vai ser fácil para ela aceitar que não pode mais participar do quadro da TV?

 

Poxa, se coloquem no lugar dela, mas lembrem-se de quando eram pequenos... não é uma coisa simples para ela. Ela vai se sentir culpada, vai achar que não pode mais participar da TV por ter chorado e pelo que falou. Agora sim essa menina deve estar sofrendo de verdade, o mundo deve ter ficado sombrio para ela. E vai ser difícil aparecer psicólogo ou analista que a ajude de verdade. Logo agora que completou 7 anos.

 

Parece que ela irá continuar com seu programa normalmente e da mesma maneira. Ou seja, algumas coisas continuam como sempre.

 

Tem horas que eu me assusto com a humanidade, de verdade.

 

Espero que a menina Maisa saia bem dessa (embora para isso seria preciso que ela nascesse de novo, talvez em outra família, ou lugar...)! Só não acredito que o resto do Brasil entenda que possui responsabilidade no que acontece com essa menina. Infelizmente!

 

Me desculpa Maisa, pelas vezes que ri de você e ajudei a transformá-la em um montro.

 

E que venham mais crianças mimadas e pré-fabricadas pra gente continuar fazendo a festa e achar "bonitinho".

 

Sei que você vai aprender a se levantar! Ou não...


PS: curioso isso acontecer justamente enquanto eu analiso Andy Warhol. Ele estava certo...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:27



Mais sobre mim

foto do autor