Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Vamos aprender a ler a Arte?

por ornitorrincoquantico, em 01.05.09

 

Depois que entrei na universidade descobri que era muito analfabeto.

Descobri que era um analfabeto artístico.

E que não estava só, praticamente todos nós somos.

As escolas, em particular as brasileiras, não dão tanto valor à área de Artes. Ela é a mais maltratada de todas, tanto que as próprias universidades que formam artistas e educadores artísticos formam péssimos profissionais. Até existe vontade de fazer o melhor pela área, mas um músico se forma sem conhecer nada de outras áreas da arte, como pintura, teatro, dança, cinema, etc., e estes também! Todos eles saem ótimos criadores, possuem toda a técnica de criação e são capazes de criar ótimas obras. Mas não sabem ler a arte. Não sabem ler músicas, pinturas, filmes, esculturas, teatro, dança, moda, design... E não sabendo ler, também não sabem ensinar a ler e na maioria das vezes nem percebem que possuem essa limitação.

Não quero generalizar, é claro que existem pessoas que corrigiram isso e dedicam sua vida a ensinar outros artistas a também aprender a ler Arte. Foi graças ao trabalho de Anamelia Bueno Buoro, em especial o seu livro “Olhos que pintam: a leitura da imagem e o ensino da arte” que descobri o quanto eu ainda precisava aprender para aprender a ler imagens. Desde então minha visão artística mudou radicalmente.

Acostumamos a nos deter apenas em pequenos detalhes e não damos a devida atenção que uma obra de arte necessita. Com isso, criamos preconceitos, raiva, indiferença e julgamos a obra apenas como boa ou ruim. Ideias como “Pintura moderna é um lixo, não dá pra entender nada” ou “isso é tão idiota que até uma criança faz” acaba virando rotina no nosso julgamento artístico.

Eu odeio isso! Por isso venho tentando aprender um pouco mais para poder aproveitar melhor tudo o que os grandes artistas (e os pequenos também, oras) querem nos dizer, incluindo até o que eles não sabem o que querem dizer...

Mas não me contento apenas em querer aprender só para mim. Quero passar isso também aos meus amigos e às pessoas que estão dispostas a modificar a forma de ler textos artísticos, porque é maravilhoso poder compartilhar a beleza da arte com outras pessoas. É assim que a arte nos auxilia e nos modifica e é assim que alimentamos de verdade nosso espírito crítico.

Ainda estou aprendendo, estou no começo da minha jornada que provavelmente será eterna, mas já quero começar a encarar a Arte de frente e tentar descobrir os mistérios que ela esconde de forma tão engenhosa. Para isso, pretendo começar a realizar algumas análises de obras de conhecidos autores e tentar entender o que eles quiseram passar para nós com seu trabalho. Minha ferramenta de trabalho será a semiótica e a análise do discurso. Um absurdo para alguns teóricos da área da linguagem que consideram essas duas teorias tão diferentes. Mas as duas se emaranharam na minha formação de tal forma que seria incapaz de separá-las. Mas também escrevo para pessoas simples ou que se disponham a ser simples. Não quero complicar com teorias complexas, os verdadeiros protagonistas serão os artistas que me dispuser a analisar.

Também não será nada muito profundo e extenso. Aliás, nem confiem muito no que eu escrever, tenho certeza que devo errar muito. O que quero é apenas dar o pontapé inicial para que depois quem se interessar prossiga e invista de verdade na análise.

Se eu conseguirei frutos ou ao menos um leitor que se interesse não sei. Mas ao menos deixo algo que creio ser útil um dia para alguém.

 

massss.....

 


Por que é importante ser alfabetizado em Arte?

Porque a Arte está em todo lugar da nossa vida. Está na pintura, na música, na dança, nas esculturas, no cinema, nas fotografias, na arquitetura, na roupa que a gente veste, na geladeira da sua casa, no ladrilho do seu banheiro, na embalagem do seu leite condensado, no seu corpo e numa infinidade de outros lugares. Nunca percebeu? Pois repare... Se ela está tão presente, então porque a gente não aproveita e tenta a entender melhor? Mesmo que seja apenas para melhorar nossas escolhas matutinas de qual meia combinar com nossa calça e camisa...

 

Enfim, quem tiver interesse, venha! E ajude também sempre que tiver vontade.

 

Pois bem, para começar essa brincadeira eu escolhi Andy Warhol.

 

 

Pode parecer estranho começar com um pintor tão recente, com tantos outros grandes artistas do passado, mas eu gosto de ser diferente e prefiro começar de trás para frente, embora não seguirei nenhum caminho fixo.

Nas últimas férias assisti um documentário sobre a vida e o trabalho dele e, conjugando com o que venho estudando de análise de imagem, descobri coisas fantásticas.

Deixo uma pequena amostra do que virá nos próximos dias:

 


 

Tentarei publicar alguma coisa ao menos uma vez por semana. Ao longo das semanas tentaremos conhecer um pouco sobre a vida do autor escolhido, sempre centrando na análise de seus trabalhos. No fim, tentaremos encaixar o autor na linha do tempo da arte e o que ele representa para a História da Arte.

 

Espero que gostem, até mais!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:15



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.